Notícias

7 de novembro - Dia da Floresta e do Clima

09/11/2020 - Cleide Veloso/Governo do Tocantins

No último sábado, 7, foi o Dia da Floresta e do Clima, instituído pela Lei Estadual de Mudanças Climáticas do Amazonas, em 2007. Essa data é voltada para o diálogo entre especialistas e gestores ambientais sobre a influência do bioma Floresta, no equilíbrio climático do planeta e os efeitos dos impactos ambientais nas mudanças climáticas.

Os encontros buscam chamar a atenção para a importância do estabelecimento de ações de conservação das florestas, pois o Bioma evita a liberação de grande quantidade carbono (CO2), uma espécie de gás que contribui diretamente para o aquecimento global, ao chegar na atmosfera.

No Tocantins, o Cantão é uma região de transição que abriga três ecossistemas, a Floresta Amazônica é um deles, além do Cerrado e Pantanal.

Na quinta-feira, 29, durante o 1° Encontro Internacional de Governadores pelo Clima, realizado pelo Centro Brasil no Clima (CBC) por meio de videoconferência, o vice-governador do Tocantins, Wanderley Barbosa, acompanhado pelo presidente do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Sebastião Albuquerque; o superintendente da Defesa Civil, Erisvaldo Alves; e a diretora de Gestão de Instrumentos Ambientais da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Marli Santos, reforçou o compromisso do Estado com a preservação de seus Biomas.

Além da alteração da temperatura, a qualidade do ar, a saúde do planeta e humana são alguns dos pontos abordados, nas discussões nacionais e internacionais que tratam da temática de Conservação das Florestas e Mudanças Climáticas.

Iniciativas de conservação ganham força e apoio de grupos dedicados ao reflorestamento de áreas com plantio de mudas de espécies nativas.