Notícias

Apa Serra do Lajeado realiza distribuição de mudas nativas

21/01/2020 - Alvaro Vallim/Governo do Tocantins

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), através da gerência da Área de Proteção Ambiental da Serra do Lajeado (APASL), já distribuiu desde o início do projeto em agosto de 2019 mais de 2 mil mudas de árvores nativas da região, a produtores rurais e assentamentos. A distribuição é realizada pelos brigadistas, que visitam cada local e firmam o compromisso de plantio das mudas.

Segundo a gerente da APASL, Camilla Muniz,  neste início de ano já foram repassadas sem custos aos produtores e assentados cerca de 600 mudas de diversas espécies, tais como Baru, Caju, Jacarandá, Tamboril, Pau de Óleo (Copaíba) e Cajuí. “Nós conseguimos que cada produtor assuma o compromisso de plantar a muda nos devolvendo o tubete e enviando uma foto do plantio. Desta forma, todas as mudas estão sendo realmente plantadas”, garantiu.

Foram contemplados os assentamentos Água Fria I e II, Vão do Lajeado, Vão do Mutum, Vão do Cachorro, Cachoeira Dourada e Comunidade Pedreira.

O brigadista Valdeir Nunes, um dos que realiza a distribuição das mudas, destaca que os produtores que receberam as espécies ficaram satisfeitos porque se tivessem que pagar, desembolsariam entre R$ 5 a R$ 10 por cada muda de árvore nativa. Nunes também conta que o grupo foi abordado por outros produtores que queriam comprar as mudas, mas receberam a explicação de que aquelas mudas eram destinadas exclusivamente à distribuição gratuita nas propriedades localizadas na APASL. “O pessoal dos assentamentos ficou muito satisfeito com as mudas e todos se comprometeram com o plantio”, frisou.

O produtor rural Fernando Taniguchi procurou o escritório da APASL para solicitar mudas e reclamou que sua propriedade tem áreas de solo arenoso. “Há grande dificuldade em desenvolver várias espécies neste tipo de solo”, enfatizou.

De acordo com Camilla, Taniguchi foi orientado a usar matéria orgânica naquele tipo de solo e foi repassada a recomendação de que sejam usadas espécies que suportem  aquelas condições, como é o caso da Mangaba. Também foi sugerida adubação verde com espécies leguminosas, como Crotolária e Amendoim Forrageiro.

Produção de Mudas
A produção de mudas pelos brigadistas da APASL foi iniciada em agosto de 2019 e busca ajudar a recuperar a vegetação nativa nas propriedades locais. Desde então os brigadistas estão recolhendo sementes conforme a época de cada espécie nativa. Também são os brigadistas que realizam a produção e a distribuição das mudas aos produtores rurais cadastrados.