Notícias

Inspetoras do Naturatins participam de oficina para oferecer orientação de projetos socioambientais em UCs

05/04/2019 - Cleide Veloso/Governo do Tocantins

Nos dias 1º e 2 de abril, inspetoras do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) participaram da oficina que ofereceu orientação sobre elaboração de projetos socioambientais realizada pelo Instituto Sociedade População Natureza (ISPN) com recursos do Fundo Amazônia, em Palmas. A iniciativa tem a finalidade de incentivar a divulgação e participação dos interessados no 25º edital do PPP - Ecos, que prevê a aplicação de R$ 4,3 milhões reais em recursos para projetos ecossociais de organizações comunitárias e da sociedade civil.

O presidente do Naturatins, Marcelo Falcão, considera importante a formação de multiplicadores no Instituto, para incentivo a participação de projetos socioambientais das comunidades ou associações que estão inseridas na rotina das unidades de conservação e desejam buscar recursos oferecidos por editais que oferecem essa oportunidade.

O diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Naturatins, Warley Rodrigues, pontuou. "Com frequência ocorre o contato das equipes do Naturatins nas unidades de conservação e no Centro de Fauna, com comunidades, representantes de segmentos locais e comunidades acadêmicas. Buscar formação para oferecer assistência na elaboração desse mecanismo de acesso a recursos, também é uma forma de fortalecer a sensibilização ambiental e incentivar o investimento em empreendimento socioambiental”.

Para o gerente de Unidades de Conservação e Monumentos Naturais do Instituto, Carlos Carreira destacou que a aplicação dos recursos oferecidos nesses editais, podem gerar renda, melhoria da qualidade de vida e aumentar o envolvimento das comunidades nos processos de conservação dos recursos naturais.

A inspetora de Recursos Naturais na APA das Nascentes de Araguaína, Ayranan Leite Anunciação Suzuki, reiterou. "Essa oficina é uma forma de nos preparar para a oportunidade de inscrição de projetos em editais que prevêem benefícios para as comunidades e unidades de conservação. Geralmente esses projetos são de interesse de associações do terceiro setor. Então vamos servir como um ponto de apoio para as associações e comunidades situadas dentro de UCs, como as geridas pelo Naturatins e para a própria unidade de conservação. E registrar nossa participação, com propostas que visem melhorias e inovações que gerem renda com compromisso ambiental".

 

De acordo com a inspetora de Recursos Naturais e responsável pela APA Serra do Lajeado, Camila Oliveira Muniz, os temas tratados são grande interesse. "A capacitação abordou procedimentos para elaboração de projetos que dialogam com o interesse das comunidades e das unidades de conservação. Foram vistos procedimentos para propostas desde as atividades econômicas desenvolvidas a partir do uso sustentável da vegetação, apoio a atividades produtivas sustentáveis, atividades de agregação de valor, à comercialização a partir do uso sustentável da vegetação", relatou complementando.

"Também foi visto temas voltados à conservação e uso sustentável da biodiversidade, recuperação de áreas desmatadas, e entre outros temas transversais, o desenvolvimento regional, a mitigação de impactos provocados por desmatamento e degradação da floresta, resgate cultural, além da gestão ambiental e territorial", concluiu Camila Muniz.   

A inspetora de Recursos Naturais do setor de Fauna do Naturatins, Angélica Beatriz Corrêa Gonçalves, também participou da capacitação com a perspectiva incentivar a elaboração de projetos voltados para o Centro de Fauna, que atua na reabilitação de animais silvestre e reintegração a natureza, colaborando com a preservação das espécies nativas.

Recursos e Projetos

A oficina realizada pelo Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN) em Palmas, para incentivo ao edital do Programa de Pequenos Projetos Ecossociais (PPP-ECOS), foi criado para apoiar projetos de organizações não governamentais e de base comunitária. Em sua 5ª edição com recursos exclusivos do Fundo Amazônia, o e edital vai contemplar pequenos projetos com valor de até R$ 150mil reais, projetos de consolidação com valor de até R$ 250mil reais e projetos estratégicos de até R$ 500mil reais, situados nos estados do Maranhão, Mato Grosso e Tocantins, totalizando a soma de R$ 4,3 milhões de reais. Para mais informações visite o site www.ispn.org.br e tenha acesso ao edital ou clique no link http://www.ispn.org.br/ispn-lanca-o-25o-edital-ppp-ecosfundo-amazonia/.