Notícias

Encontro entre pescadores profissionais e Naturatins reforça parceria

12/03/2018 - Tânia Caldas / Governo do Tocantins

Com o objetivo de repassar informações relativas à pesca profissional, o superintendente de Gestão Ambiental do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Natal Cesar Alves de Castro, participou na manhã de sábado, 10, de reunião com pescadores profissionais da Colônia de Pescadores Z 10, localizada na Praia da Arnos em Palmas.

O presidente da Colônia, Davi Rodrigues, relatou que faz parte do calendário de atividades da entidade, reunir os pescadores todo segundo sábado de cada mês, quando discutem temas relativos à pesca artesanal. Ele enfatizou que para esta reunião convidou o superintendente do Naturatins. “O encontro foi muito produtivo porque o Natal, com muita propriedade nos repassou diversas informações a exemplo de como viabilizar o transporte do pescado, falou da fiscalização e outros assuntos importantes”, destacou.

Segundo o superintendente diante da diminuição do estoque pesqueiro no Estado, o Naturatins adotou no ano passado, a cota de pescado para o pescador amador de 10 para 5 quilos. “E para esse ano a cota é zero. Também esclarecemos tudo referente à pesca profissional no lago de Palmas. Destacamos ainda que o Naturatins está fazendo o dever de casa, haja vista que é o órgão responsável pela política ambiental no Estado”, esclareceu.

O gestor ambiental disse também que no encontro foi discutida a nova tabela de tamanhos de peixes. “A Federação da Pesca do Tocantins nos sugeriu que fosse reduzido o tamanho de algumas espécies e aumentado o de outras. Além de acrescentar outros peixes que não estavam sendo contemplados na tabela”, informou.

Também entraram na pauta da reunião, portarias recentes do Naturatins, que tratam sobre a cota zero para transporte de pescado e proibição da captura, transporte e comercialização de espécies de peixes, estabelecendo tamanhos mínimos.

“Aproveitamos para esclarecer que existe uma convivência harmônica entre a fiscalização, órgãos ambientais e pescadores profissionais. Falamos sobre a importância de reforçar essa parceria, e que é desta união com as pessoas que utilizam os recursos naturais, os órgãos de fiscalização, todos juntos podemos favorecer o meio ambiente, que ganha muito com essas iniciativas”, considerou. Natal Cesar reforçou ainda para que todos ajudem a divulgar de forma positiva as últimas medidas do órgão.