Notícias

Naturatins participa de reunião com missão do Banco Mundial no Tocantins

08/11/2018 - Daianne Fernandes – Governo do Tocantins

Técnicos do Banco Mundial estão no Tocantins em missão de supervisão das atividades desenvolvidas por meio  do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável (PDRIS).  A abertura da missão foi realizada nesta quarta-feira, 07, com uma reunião entre o gerente do Banco Mundial, Satoshi Ogita, e os secretários  executores do PDRIS, entre eles o presidente do Instituto Natureza do Tocantins, Marcelo Falcão.

Uma extensa pauta de reuniões está planejada para acontecer até o dia 13 de novembro. Os técnicos do Banco vão realizar visitas aos órgãos do Governo do Estado para avaliar o andamento das atividades do empréstimo em cada uma das instituições executoras.

Na abertura dos trabalhos Satoshi  apontou  que o prazo para a execução do projeto foi prorrogado, mas que para garantir um novo contrato com o Banco, o Estado precisa cumprir pelo menos 70% da meta prevista. Também frisou que o Banco vem buscando investir cada vez mais em iniciativas sustentáveis e benéficas ao meio ambiente, reforçando que a execução do PDRIS visa também assegurar importantes benefícios sociais à população tocantinense.

A importância do PDRIS para o fortalecimento da gestão estadual  foi destacada pelo presidente do Naturatins, ao citar  que no Instituto,  as consultorias contratadas por meio do Projeto já começam a fazer a diferença. Citou como exemplo a revisão e o mapeamento de processos do órgão que  já modificou o atendimento ambiental ao cidadão. “Estamos com nossas metas bem adiantadas. Nosso objetivo agora é digitalizar todos os processos no Naturatins”, disse.

Agenda

Na agenda, os técnicos do Banco devem reunir com o Naturatins na próxima segunda-feira, 12. Também é previsto para a próxima semana, uma visita à construção do anexo do Instituto, onde funcionará o licenciamento ambiental.

No Naturatins, 22 processos de aquisições e consultoria estão sendo executados por meio de  investimentos do PDRIS. Entre  eles a construção do novo prédio, a implantação de um sistema eletrônico de gerenciamento  ambiental, revisão dos planos de manejo das Áreas de Proteção Ambiental (APA), aquisição de equipamentos , cursos, entre outros.

 

PDRIS

O PDRIS é uma das principais fontes de recursos para investimentos na infraestrutura do Estado, que dispõe do total de US$ 300 milhões financiados pelo banco. O projeto beneficia 72 municípios tocantinenses e busca contribuir para a melhoria da competitividade e da integração regional, promovendo a inclusão social e a sustentabilidade ambiental. Também fomenta com eficácia o transporte rodoviário e, automaticamente, os serviços públicos em apoio ao desenvolvimento integrado e territorialmente equilibrado do Tocantins.

Os executores do PDRIS são: Secretaria de Estado das Cidades e Infraestrutura (Seinf); Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto); Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh); Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins); Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc); Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro); Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura do Estado do Tocantins (Seden); e Secretaria de Estado da Administração (Secad).