Notícias

Mateiros recebe Protocolo do Fogo e Fórum do Lixo e Cidadania

30/11/2018 - Tânia Caldas/Governo do Tocantins

A equipe de Educação Ambiental do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) juntamente com representantes da comunidade do município de Mateiros participaram nesta quarta-feira, 28, da assinatura de renovação do Protocolo do Fogo e do Fórum do Lixo e Cidadania. Nesta terça-feira, o encontro reuniu representantes do poder executivo como o prefeito e secretários municipais, bem como outros parceiros.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Turismo, de Mateiros, Weberson Martins, explicou que pela importância turística e ambiental, a cidade de Mateiros é considerada a capital do Jalapão, com destaque relevante para o país. “O  município possui diversas unidades de conservação e por essa razão devemos ter muito atenção com o rico ecossistema. As queimadas são preocupantes no período de  estiagem. Não podemos permitir que o fogo deixe impactos negativos no meio ambiente”, salientou.

Sobre a renovação do Fórum do Lixo e Cidadania, o secretário ressaltou a importância do debate com os seguimentos da sociedade. O gestor demonstra que existe uma grande preocupação sobre a disposição dos resíduos sólidos deixados pelos turistas. “Mateiros tem uma população flutuante e neste sentido precisamos incentivar tanto os visitantes, moradores, comerciantes e também as cooperativas de catadores. O lixo na nossa região não pode ser um problema, mas sim uma solução”, enfatizou.

Núbia Matos, residente no quilombo Mumbuca, enfatizou que o encontro promovido pelo Naturatins, é fundamental para o diálogo entre os moradores e as instituições. Ela acredita que as comunidades tradicionais do Jalapão contribuem com desenvolvimento sustentável do meio ambiente. “Essas comunidades ficam no Parque Estadual do Jalapão e entorno e sobrevivem do meio ambiente, possuem conhecimento secular sobre a natureza. Sem a natureza não há sobrevivência de nenhum ser vivo”, manifestou.

A educadora ambiental do Naturatins, Maria Alice Reis, esclarece que a partir dessas ações, o município irá realizar campanhas de sensibilização para trabalhar a questão dos resíduos sólidos. Também será implantado o Conselho Municipal de Meio Ambiente e Turismo. “Já foi sinalizada a terceirização da coleta seletiva de lixo, que será iniciada nas pousadas, no comércio e depois junto à população local. Grupos de monitoramento também serão criados para acompanhar as atividades”, indicou.

Protocolo do Fogo

Através de mobilização popular nos municípios, o Protocolo visa reunir as instituições organizadas a se comprometerem no desenvolvimento de ações sustentáveis tendo em vista a redução significativa de impactos gerados pelo uso indiscriminado do fogo. O programa visa ainda negociar e estabelecer acordos entre os atores sociais do município, obtendo significativos resultados na redução dos focos de incêndios/queimadas.

Fórum do Lixo e Cidadania (FELC)

Com participação popular, o FELC apoia os municípios em suas questões relativas aos resíduos sólidos e tem por objetivo dar suporte, capacitar e integrar as instituições públicas e privadas, bem como todos os segmentos organizados da sociedade local para uma ampla discussão acerca dos problemas gerados, com a produção e o manejo dos resíduos sólidos e também fomentar a coleta seletiva, assim como colaborar na organização dos catadores de materiais recicláveis nos municípios.