Centro Integrado de Inteligência e Monitoramento de Dados Espaciais Ambientais - Cimdea/Naturatins

O Centro Integrado de Inteligência e Monitoramento de Dados Espaciais Ambientais - Cimdea foi criado através da Portaria/Naturatins nº 70, de 08 de junho de 2020, publicada no Diário Oficial do Estado nº 5.619, de 09 de junho de 2020. 

Principais atividades do Centro Integrado de Inteligência e Monitoramento de Dados Espaciais Ambientais – Cimdea

Objetivos gerais

  • Contribuir de forma efetiva na tomada de decisão do Instituto Natureza do Tocantins - Naturatins nos eventos ambientais que exigem esforço tecnológico de ponta e resposta ágil, utilizando-se de imagens de satélite de alta resolução espacial; Imagens de satélite de alta resolução temporal; Bases de dados geográficos relacional e Bases cartográficas digitais contínuas em diferentes escalas. Esta iniciativa reposicionará cartograficamente o estado do Tocantins na vanguarda dos estados brasileiros;
  • Contribuir com as Diretorias e Gerências do Instituto nas demandas advindas de análises processuais como:
  • Emissão de Licenças e validação do Cadastro Ambiental Rural – CAR;
  • Celebrar termos de cooperação com outras instituições visando obter dados para integrar a base de dados do Naturatins;
  • Contribuir de forma efetiva com a inspeção e a fiscalização ambiental a partir de dados espaciais ambientais e geração de produtos cartográficos que proporcionem eficiência e agilidade nas atividades de campo;
  • Contribuir na gestão e monitoramento dos recursos hídricos realizando a espacialização das outorgas e promovendo o gerenciamento dos dados espaciais de corpos hídricos, massas d’água, redes de drenagem, barragens, deslocamento de poluentes em corpos hídricos, modelagem de alterações em corpos hídricos, geração de modelos de superfície, modelos digitais de terreno e modelos numéricos;
  • Realizar monitoramento dos eventos que envolvam desmatamentos e queimadas, a partir das análises espaciais da cobertura vegetal nas áreas urbanas, hidrografias, infraestruturas, temperaturas de superfícies, massa e combustão, índices de vegetação, além de contribuir com ações preventivas com base nos resultados de monitoramento;
  • Monitoramento do desmatamento e queimadas para prover aos gestores do território tocantinense um retrato sobre a situação do desmatamento, com base no diagnóstico levantado a partir de imagens de satélite. Para a execução desta atividade, serão analisadas imagens georreferenciadas de satélite para os exercícios do período de interesse, através de técnicas de processamento digital de imagens (PDI);
  • Análise das diversas fisionomias vegetais (naturais ou modificadas) e antrópicas diferenciadas por meio da sobreposição, comparação e quantificação sobre uma base de dados espacial ambiental do estado do Tocantins.

 

Objetivos específicos

  • Realizar o monitoramento de todos os empreendimentos passíveis de licenciamento;
  • Realizar o monitoramento das Unidades de Conservação estaduais;
  • Realizar o monitoramento dos empreendimentos que foram notificados/autuados;
  • Gerar produtos cartográficos em diferentes escalas para todas as instâncias internas do Naturatins;
  • Realizar a Sistematização de dados geográficos das atividades licenciadas pelo Naturatins.