Notícias

Naturatins participa das discussões abertas sobre cotas de reserva ambiental nos estados brasileiros

07/12/2017 - Cleide Veloso/Governo do Tocantins

Nesta quinta-feira, 7, o gerente de Cadastro Ambiental Rural e Regularização do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e inspetor de Recursos Naturais, José Manzano, participa do seminário Implementação das Cotas de Reserva Ambiental (CRA) nos estados brasileiros.

O evento organizado pela Conservação Estratégica e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em parceria com o Observatório do Código Florestal acontece durante todo o dia, no auditório Freitas Nobre, anexo IV, subsolo, Câmara dos Deputados, em Brasília.

Participam deste encontro representante das secretarias de meio ambiente dos estados, de ONGs, instituições de pesquisa e associações rurais estaduais e está aberto ao público.

De acordo com a organização, o seminário tem o objetivo de promover a apresentação de trabalhos técnicos, que trazem a interface entre análise econômica, ambiental e jurídica sobre o tema, além das experiências de gestores ambientais dos estados. A equipe informa ainda que serão realizadas discussões abertas sobre reflexões, perspectivas, propostas para diretrizes e os próximos passos para a promoção de um desenho de mecanismo que maximize os resultados econômicos e ambientais da CRA.

O gerente do CAR no Naturatins, José Manzano, considera importante a participação do Tocantins. “Entendo que este primeiro seminário sobre o assunto é de extrema importância, pois busca oferecer um ambiente para uma troca de experiências sobre conhecimentos acumulados, perspectivas e gargalos para a regulamentação do uso do instrumento de Cota de Reserva Ambiental (CRA) nos estados brasileiros, que é uma opção de compensação de Reserva Legal para aqueles imóveis rurais que possuem o respectivo benefício previsto no Artigo 66 do Novo Código Florestal Brasileiro (Lei n° 12.651/2012)", destacou.

Uma das metas apontadas pela organização do seminário é a busca de contribuições para a redução das incertezas associadas às CRAs, o que deve refletir no desenvolvimento de mercados de compensação. Neste sentido, após o evento será sintetizado um relatório, para ser compartilhado em seguida.

O evento está sendo transmitido ao vivo no canal do Youtube e nas redes sociais do Observatório do Código Florestal para os interessados que não puderam estar presente, com a possibilidade de participação em tempo real. A realização deste seminário conta com o apoio financeiro da Fundação Good Energies.

Compartilhe esta notícia